• bloom

O basicão sobre os ODS | 5 coisas que você NÃO pode deixar de saber!

1. O que são os ODS - Objetivos do Desenvolvimento Sustentável?


Em setembro de 2015, mais de 150 líderes mundiais se reuniram durante a Cúpula das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento Sustentável, lá em Nova York, na sede da ONU, para adotar formalmente uma nova agenda de desenvolvimento sustentável. Esta agenda é formada pelos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), que devem ser implementados durante os próximos anos, até 2030.


Como estão pautados no conceito de desenvolvimento sustentável, os ODS mesclam as três esferas do desenvolvimento: ambiental, social e econômica. E contrariando o que uma primeira impressão da imagem clássica dos ODS pode causar (as caixinhas coloridas que estão aqui embaixo), os ODS são integrados e indivisíveis, ou seja, o avanço ou não no alcance das metas de um ODS pode impactar de forma positiva ou negativa no alcance das metas de outro(s) ODS.

É sempre importante lembrar que esses 17 objetivos são universais, o que significa que se aplicam a todos os países do mundo, além de serem um chamado a TODOS: organizações da sociedade civil, do setor privado, de governos locais e da academia, como também aos indivíduos em suas ações individuais.


2. De onde surgiram?


Já falamos aqui em cima que os ODS “nasceram” lá na Cúpula das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento Sustentável, em 2015, mas quais são suas raízes?


Bom, os ODS foram propostos a partir dos resultados da Rio+20, em 2012, e levam em conta o legado dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM), que era uma agenda de oito metas que o mundo se comprometeu em atingir no período de 15 anos, de 2000 à 2015 (familiar, não?!).


Os ODS buscam obter resultados que os ODM não alcançaram e abranger novos assuntos, que são aplicáveis em países desenvolvidos e em desenvolvimento, por isso evoluímos de 8 para 17 objetivos, que estão valendo desde o dia 1º de janeiro de 2016 e vão até 31 de dezembro de 2030.


Se você ficou curioso ou é novinho e não se lembra, esses eram os 8 Objetivos do Desenvolvimento do Milênio (ODM).

Será que em 2030 teremos outros objetivos? Se sim, em cima de qual tema você imagina que eles serão pautados?


3. Por que ter ODS?


A verdade é que a gente precisa melhorar. Não é novidade que o nosso atual modelo de vida em sociedade e relação com o planeta é insustentável. Precisamos nos para organizar para melhorar o que temos feito e até mudar o “como” estamos fazendo diversas coisas.


Os ODS surgem como um referencial comum, um norte para guiar nossas ações, tornando-se uma ferramenta super importante e multidisciplinar para auxiliar os mais diferentes atores da sociedade a tomar decisões estratégicas considerando o desenvolvimento sustentável.


4. Como posso colaborar?


“Olá, você tem um minuto para ouvir a palavra dos ODS?”


A primeira e mais fácil maneira de colaborar é: falar! fale sobre os ODS! Para quem vem das ciências ambientais pode parecer um assunto super batido, mas acreditem, tem muita gente que nunca ouviu falar em ODS. Comente sobre o tema com amigos, familiares, colegas de trabalho, etc.


Se você é um líder ou tomador de decisão, integre metas dos ODS em seu projeto/negócio. Faça um mapeamento detalhado da sua cadeia de valor e entenda quais oportunidades e responsabilidades que eles representam para a sua atividade. Defina prioridades, metas, selecione indicadores e meça seu impacto.


Apoie e valorize projetos, produtos ou serviços que impactam positivamente algum ODS, seja com o seu tempo, dinheiro ou dando visibilidade.


Por fim, procure estudar, reflita sobre a forma com que você pode colaborar com os ODS em suas ações do dia a dia, participe de consultas públicas e dê sua opinião, acompanhe as notícias e esteja atualizado.


5. Onde busco mais informações?



77 visualizações

NOS ACOMPANHE NAS REDES SOCIAIS

  • Branca Ícone Instagram
  • Branca Ícone LinkedIn